50 Anos do Golpe de 64 e Desaparecimentos Forçados no Brasil,
(Crimes de Ontem e Crimes de Hoje). 10/04/2014

O Centro Cultural, MIDRASH, no Leblon, realizou na Rua General Venâncio Flores, 184, às 20h00min, do dia 10/04/2014, excelente debate sobre os 50 Anos do Golpe de 64 e Desaparecimentos Forçados no Brasil, (Crimes de Ontem e Crimes de Hoje). Segundo os seus idealizadores: milhares de pessoas são mortas e desaparecidas todos os dias sem que tenhamos noticia sobre o seu paradeiro e desaparecimento. Os sequestros típicos dos regimes de exceção são praticados ainda hoje por policiais, e/ou traficantes e milicianos sem que haja punições por parte dos agentes do estado. A pratica da justiça pelas próprias mãos são constantemente, estimulados pela grande mídia, com aceite de populares. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Desaparecimento forçado foi uma pratica usada na Ditadura Militar, pelos militares
do Golpe de 64 no Brasil

Feita as devidas apresentações, o debate iniciou-se com a seguinte pergunta: o que quer dizer dos desaparecimentos forçados no Brasil? A mediadora Milli Legrain, Especializada em Direitos Humanos, fez breve exposição de motivos sobre o que é desaparecimento forçado. SegundoMilli Legrain: "Desaparecimento forçado foi uma pratica usada na Ditadura Militar, pelos militares do Golpe de 64 no Brasil e também na America Latina. Essa é uma pratica usada por agentes de estado contra civis que se opunham ao regime. No estado de exceção: cidadãos são sequestrados, presos, torturados, assassinados e os corpos escondidos clandestinamente. LEIA A MATÉRIA COMPLETA


Depoimento dos Debatedores - ''Desaparecidos de ontem e de hoje''.

Elizabeth Silveira, tesoureira e diretora do Grupo Tortura Nunca Mais do Rio: “sou irmã de um desaparecido político, junto com os 69 desaparecidos do Partido Comunista do Brasil da Guerrilha do Araguaia. Os crimes de desaparecimento no Brasil, continuam sendo um crime do presente, porque nenhum deles foi elucidado até o momento e isso já são 40 anos de luta. Iniciamos essa busca pela verdade e da justiça destes desaparecidos em 1977, com os familiares dos desaparecidos. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

ESCAVANDO O PASSADO DA CIDADE: HISTÓRIA POLÍTICA DA CIDADE DE DUQUE DE CAXIAS - MARLUCIA SANTOS DE SOUZA. 30/04/2014.

A Historiadora Marlucia Santos de Souza, é Mestre em História pela (UFF) Universidade Federal Fluminense e Especialista em História Social do Brasil pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Duque de Caxias. Com o apoio de seus amigos professores. Transformou a sua tese escrita em (2002), disponibilizado na internet, em um livro didático para os adeptos da pesquisa que ganhou o Título: Escavando o Passado da Cidade – Historia Política da Cidade de Duque de Caxias no período de 1900 a 1964. O Livro privilegia o mapeamento dos diferentes grupos sociais que dominam a Baixada Flumininense e o poder político. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

Veja os cursos de Pós Graduação na Feuduc

 
Veja Jornais anteriores

Vídeos

 

Filie-se a ASFUNRIO
Apenas R$9,60

ASFUNRIO - Trabalhando Por Você!
Departamento Jurídico
Consulta com hora marcada

Ligue:
2524-0067 - 9857-1741
e-mail: asfunrio@asfunrio.org.br
Copyright© 2002/2014 - ASFUNRIO - Associação dos Servidores da SMDS e Fundo Rio
Visualização Mínima 800x600 melhor visualizado em 1024 x 768
Web Designer: Leonardo Lopes